Arrecadação federal fica quase estável em março

A arrecadação federal em março atingiu, excluídas as contribuições previdenciárias, o valor de R$ 29,233 bilhões, 0,04% a menos do que em março do ano passado, considerando a variação do índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). No acumulado do primeiro trimestre, a arrecadação nominal atingiu R$ 90,658 bilhões, o que representa 1,7% a mais do que em igual período do ano passado. Do total arrecadado, R$ 28,375 bilhões são receitas administradas pela Receita Federal e R$ 858 milhões são as demais receitas. No mesmo período, a receita previdenciária totalizou R$ 10,038 bilhões, um crescimento real de 8,43% em relação a março de 2005. Na comparação com fevereiro, o aumento foi de apenas 0,28%. No primeiro trimestre, a arrecadação da Previdência soma R$ 29,838 bilhões, um crescimento real de 9,56% na comparação com o primeiro trimestre de 2005. Somando os dados da Receita Federal com os da Previdência, a arrecadação federal (Super Receita) somou em março R$ 39,275 bilhões, um crescimento real de 2% em relação a março de 2005 e de 4,2% em relação a fevereiro de 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.