Artplan e Mohallem criam nova agência

Grupo carioca anuncia associação com publicitário em São Paulo

Marili Ribeiro, O Estadao de S.Paulo

06 de junho de 2009 | 00h00

O grupo carioca Artplan Comunicação, que tem em seu portfólio o evento Rock in Rio desde 1985, além das verbas publicitárias do Banco do Brasil e dos Correios, não tinha presença em São Paulo. Mas sua ausência no maior mercado publicitário do País foi resolvida com a parceria firmada com o publicitário Eugênio Mohallem.A nova agência Mohallem/Artplan, como explica o sócio e presidente do Grupo Artplan, Rodolfo Medina, está ainda definindo os clientes com quem vai trabalhar a partir de julho. Para se associar à Artplan, Mohallem desfez a sociedade que mantinha há quase dois anos com Fico Meirelles na agência Mohallem Meirelles. Ainda não são conhecidos quais anunciantes da antiga agência de Mohallem vão acompanhá-lo na nova empreitada, já que a mudança foi comunicada apenas ontem. Mohallem não esconde que deixou a antiga sociedade por incompatibilidade de atuação com o ex-sócio Fico Meirelles e, por isso mesmo, optou por sair, deixando todos os clientes à vontade para escolher com quem vão trabalhar."Estou animado de me associar a um grupo forte nas duas vertentes da propaganda, tanto a tradicional como a não tradicional, na busca de soluções inovadoras para as necessidades de comunicação das empresas. Acredito que esse tipo de atuação abre boas perspectivas de trabalho em São Paulo", diz Mohallem. "E, o melhor, é que não vou precisar arredar um milímetro nas minhas convicções para seguir adiante."Medina explica que a escolha por um sócio local, e não a simples abertura de uma agência com a bandeira Artplan em São Paulo, se dá pela crença do grupo na relevância da presença de um dono sempre perto dos clientes. "Na área de prestação de serviços, esse tipo de atuação faz toda a diferença", diz ele. Filho do fundador da Artplan Roberto Medina, Rodolfo aposta na expansão do grupo, que hoje ocupa a 18ª posição entre as 20 maiores agências do Brasil, de acordo com o ranking do projeto Inter-Meios. O grupo carioca faturou R$ 214 milhões em 2008. A empresa tem operações em Portugal e Espanha e prepara para este ano a quarta edição do Rock in Rio em Lisboa. A estreia do festival de rock em Madri está prevista para 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.