As 20 maiores altas e quedas de ações na Bolsa em 2012

Papel da Kroton lidera valorização até 27 de novembro (+127,3%), enquanto a OGX amarga a maior perda: -67,4%.

estadão.com.br,

28 de novembro de 2012 | 15h52

SÃO PAULO - As ações que não fazem parte do Ibovespa lideram a valorização no Ibovespa neste ano. Até 27 de novembro, catorze das vinte maiores altas são de papéis que não integram o índice. No topo da lista, estão duas empresas do setor educacional, a Kroton Unit, com ganho de 127,30%, e a Estácio ON (+109,17%). Os dados são da consultoria Economatica (veja a tabela completa no fim da página).

Na outra ponta, das empresas que amargaram resultados ruins neste ano, está a OGX ON, do empresário Eike Batista: -67,4%. Outros empresas de Eike também figuram na lista. É o caso da MMX, do setor de mineração, que ocupa a 9ª posição e viu suas ações perderem 46% do valor de mercado em 2012. Já a LLX, de logística, está no 11º lugar, com perda de 45,70% no ano.Em situação oposta à das maiores altas, dentre as 20 desvalorizações, 17 pertencem ao Ibovespa.

As empresas elétricas foram penalizadas pelas intervenções do governo no setor. As ações da Eletrobrás ocupam a segunda e quarta posições das maiores perdas. O papel PNB tem queda de 66,39% e o ON, de 58,49%. A Eletropaulo PN ficou o terceiro posto das maiores perdas: - 59,21%.As elétricas Cesp (8º, com queda de 46,31%), Tran Paulist (10º, -45,76%) e Copel (12º, -29,63%) também tiveram perdas relevantes.

Segundo a Economatica, se no fim de 2011 um investidor comprasse as 20 ações mais rentáveis deste ano, a valorização da carteira seria de 77,8% (considerando uma alocação inicial de 5% do capital em cada ativo). De modo inverso, se o investidor tivesse comprado as 20 ações com maiores quedas em 2012, a desvalorização desse portfólio seria de 40,5%.

20 maiores altas (em negrito, as empresas que fazem parte do Ibovespa)

 Empresa0 Classe da ação

Setor

Variação em 2012 (até 27 de novembro)

 Kroton  Unit  Educação   +127,30% 
 Estácio  ON  Educação   +109,17%
 Metal Leve  ON  Indústria de autopeças  +90,66%
 Amil  ON  Saúde  +88,82%
 Taesa  Unit  Energia  +88,68%
 Lojas Marisa  ON  Loja de roupas  +85,65%
 Valid  ON  Impressão  +82,17%
 Hypermarcas  ON  Outras  +77,65%
 Marcopolo  PN  Indústria de carrocerias e trailers   +76,09%  
 Sabesp  ON  Água e esgoto  +74,66%  
 Mills  ON  Engenharia e Arquitetura   +73,84%  
 Lojas Americanas  PN  Loja de Departamento   +72,92%  
 Eztec  ON  Construção    +69,94% 
 Raia Drogasil  ON  Saúde e cuidados pessoais    +68,93% 
 Duratex  ON  Indústria de móveis    +66,30% 
 Lojas Renner  ON  Loja de roupas    +63,74% 
 Anhanguera  ON  Educação    +63,70% 
 Natura  ON Comércio atacadista    +59,66%  
 Arezzo  ON  Indústria de calçados   +58%  
 BR Pharma  ON  Saúde e cuidados pessoais    +57,17%

 

20 maiores quedas (em negrito, as empresas que fazem parte do Ibovespa)

Empresa Classe da ação  Setor  Variação em 2012 (até 27 de novembro) 
OGX  ON  Petróleo e Gás   -67,40%
Eletrobrás  PNB  Energia   -66,39%
Eletropaulo  PN  Energia   -59,21%
Eletrobrás  ON  Energia   -58,49%
HRT  ON  Petróleo e Gás   -53,08%
PDG  ON  Construção   -49,79%
Rossi  ON  Construção   -46,92%
Cesp  PNB  Energia   -46,31%
MMX  ON  Mineração   -46,03%
Tran Paulist  PN  Energia   -45,76%
LLX  ON  Administração de empresas   -45,70%
Copel  PNB  Energia   -29,63%
Sid Nacional  ON  Aço   -28,86%
Tecnisa  ON  Construção   -28%
Usiminas  ON  Aço   -27,69%
Brookfield  ON  Construção   -25,42%
Gol  PN  Transporte aéreo   -24,28%
Cetip ON  Investimentos financeiros   -21,11%
Dasa  ON  Saúde   -20,78%
Qgep  ON  Petróleo   -18,91%

 Fonte: Economatica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.