As profissões mais valorizadas do mercado

O setor de telecomunicações é a grande aposta dos consultores e especialistas de recursos humanos para os próximos anos. A evolução das tecnologias ligadas à Internet e os grandes investimentos no sistema de operações de telefones celulares são os motivos que levaram ao nascimento de novas empresas no País. "O setor está em alta. Grandes empresas estão se instalando no País e já estão à procura de profissionais gabaritados", avisa a sócia-diretora da Parceria Assistência Empresarial, Claudete Takahashi.Segundo a coordenadora de recrutamento e seleção da Manager Assessoria em Recursos Humanos, Neli Barbosa, as empresas do setor estão à procura de bons profissionais e dispostas a pagar bem para quem tem uma boa formação na área de tecnologia e engenharia de telecomunicações. "Quem pretende se especializar em telecomunicações deverá colher bons frutos no futuro. Esta é uma área em expansão e repleta de boas oportunidades", ressalta.O gerente de comunicação do Grupo Catho, Joaquim Botelho, explica que a demanda de vagas de emprego no setor supera o número de profissionais à disposição no mercado. "As empresas estão contratando e oferecendo cargos de alto nível com bons salários", avisa. Uma pesquisa salarial realizada no último trimestre do ano passado pelo grupo Catho revelou que o salário médio inicial dos profissionais da área de telecomunicações pode variar entre R$ 1.200,00 e R$ 12 mil.Tecnologia da Informação (TI)Outro mercado em alta é o de tecnologia da informação (TI). Profissionais de informática que já se especializaram ou estão se especializando na área já estão encontrando boas oportunidades no mercado de trabalho. Muitas empresas dos setores de telecomunicações, engenharia, Internet e financeiras estão abrindo departamentos de tecnologia da informação. A área é responsável pela produção e administração de softwares, banco de dados, sistemas de transmissão de dados e áudio, desenvolvendo arquitetura de sistemas de informação e gerenciamento de projetos de comunicações.A coordenadora de recrutamento e seleção da Manager Assessoria em Recursos Humanos, Neli Barbosa, diz que este profissional deve estar preparado para acumular funções. "Quem atua nesta área deve ser dinâmico e estar preparado para atuar em diversas funções", explica. Ciências AtuariaisO atuário é um profissional que planeja, gerencia e realiza auditorias de planos de pensão, saúde, seguro, empréstimos e investimentos. Segundo a gerente de recursos humanos da William M. Mercer, empresa especializada em recursos humanos, a demanda de vagas oferecidas no setor é muito maior que o número de profissionais disponíveis. Poucas instituições de ensino formam os profissionais em ciências atuarias no Brasil. São elas: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (URFGS), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Estácio de Sá (Rio de Janeiro) e Centro Universitário Aelis (Santos-SP). O atuário encontra vagas em departamentos de auditoria, avaliação e perícia do setor privado que trabalham com produtos de previdência, capitalização e seguros. A maioria, depois de algum tempo na profissão, passam a trabalhar como autônomos. O salário inicial médio do setor pode variar entre R$ 1.500,00 e R$ 3.500,00, segundo a gerente da William M. Mercer.Mercado Financeiro As vagas pelos cargos executivos das instituições financeiras do País são concorridas. Apesar das fusões de bancos e conseqüentes cortes de funcionários, os bancos e financeiras ainda oferecem boas oportunidades de carreira e altos salários, que são acrescentados de uma série de benefícios e participações em lucros. Leia mais no link abaixo sobre as perspectivas profissionais no setor de Internet e no mercado financeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.