EFE/ Shawn Thew
EFE/ Shawn Thew

ESG

Coluna Fernanda Camargo: É necessário abrir mão do retorno para fazer investimentos de impacto?

Às vésperas da reunião de cúpula do G-20, Trump exige que Índia retire tarifas 'inaceitáveis'

Presidente dos Estados Unidos criticou as tarifas indianas um dia antes do encontro dos líderes das 20 maiores economias do mundo

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de junho de 2019 | 03h50

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou nesta quinta-feira, 27, as tarifas "inaceitáveis" impostas pela Índia, pouco antes de chegar à cidade de Osaka, no Japão, para o encontro dos líderes das 20 maiores economias do mundo, o G-20.

"Estou querendo falar com o primeiro-ministro [Narendra] Modi sobre o fato de a Índia, que durante anos adotou tarifas muito altas contra os Estados Unidos, tê-las aumentado ainda mais recentemente", disse o presidente americano no Twitter. "Isto é inaceitável e precisam retirá-las."

A Índia impôs tarifas mais altas a 28 produtos norte-americanos depois que os Estados Unidos retiraram a entrada para certos produtos indianos. Washington ficou decepcionada com os planos de Nova Déli de restringir os fluxos de dados entre fronteiras e impor regras mais rígidas ao comércio eletrônico que prejudicam as empresas norte-americanas que operam na Índia.

O tweet de Trump veio horas depois de o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, deixar Nova Deli depois de se encontrar com o primeiro-ministro Modi. Pompeo disse que as nações eram “amigas que podem se ajudar em todo o mundo” e as diferenças atuais foram expressas “no espírito de amizade”.

Conhecido por desprezar o sistema de multilateralismo e, portanto, encontros como o do G-20, Trump vive nos próximos dias em Osaka a busca por uma aprovação – ou, no mínimo, suporte – às investidas de sua política externa. Desde que chegou à Casa Branca, o americano abriu uma série de frentes de negociação que ainda patinam ou viveram uma escalada de tensão nos últimos meses. / AFP e Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.