Ásia desaba com medo de recessão; Europa opera em queda

Balanço ruim de Samsung e Sony derrubaram bolsas de Seul e Tóquio; Leste Asiático lança pacote anticrise

Da BBC Brasil, BBC

24 de outubro de 2008 | 06h36

Os mercados da Ásia e Europa registraram fortes quedas nesta sexta-feira, devido à divulgação de resultados ruins de empresas. Os anúncios aumentaram ainda mais os temores de que a economia mundial possa entrar em recessão.   Veja também: Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos Especialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise Em Tóquio, o índice Nikkei da bolsa do Japão caiu 9,6%, depois que a empresa de produtos eletrônicos Sony divulgou que a previsão de lucro do ano caiu pela metade.  Na Coréia do Sul, a bolsa caiu 10,6%, com a fabricante de chips Samsung divulgando que seus lucros terão queda de 44% no terceiro semestre.Os países do Leste Asiático fecharam nesta sexta-feira um acordo para a criação de um fundo de US$ 80 bilhões até meados de 2009, a fim de combater a crise econômica global. O acordo foi fechado num café da manhã entre os líderes da Coréia do Sul, da China, do Japão e dos 10 países-membros da Associação de Países do Sudeste Asiático (Asean, na sigla em inglês), segundo informou o porta-voz do presidente sul-coreano, Lee Myung-bak. Além do fundo, o pacto contempla também o estabelecimento de uma organização independente para a supervisão do mercado financeiro regional.EuropaOs mercados abriram em queda. Às 9h16 (6h16 no horário de Brasília), a bolsa de Londres caia 3,81%, operando a 3.931,89 pontos. No mesmo horário, o DAX, da bolsa de Frankfurt, caía 5,75% (a 4.259,98 pontos) e o Cac 40 registrava queda de 4,54% (a 3.160,59 pontos). Na quinta-feira, a bolsa de Nova York passou o dia operando em queda, mas acabou fechando em alta de 2%. O índice Nasdaq - de empresas de tecnologia - fechou o dia em queda de 0,73%. Em São Paulo, a Bovespa teve queda de 3,57%. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.