Asiáticos tomam lugar do Brasil como maiores parceiros da UE

Enquanto o Mercosul não consegue destravar as negociações com a Europa, os principais países asiáticos aumentam sua participação no mercado europeu e tomam o lugar do Brasil entre os dez maiores parceiros da União Européia. Dados publicados hoje por Bruxelas indicam que entre 2003 e 2004, as exportações do Mercosul à Europa aumentaram em 9%, totalizando 28,1 bilhões de euros. Enquanto isso, as exportações da China para a Europa sofreram incremento de 20%, as da Rússia, 19%, e Coréia do Sul, 17%. Já as exportações da Europa observaram os maiores incrementos para a Turquia, Rússia, China e Taiwan. Com isso, o Brasil deixou de fazer parte do grupo dos dez maiores parceiros comerciais da Europa, sendo superado por Taiwan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.