Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Asmussen não está preocupado com taxa de câmbio do euro

O membro do conselho executivo do Banco Central Europeu (BCE) Jörg Asmussen disse que ele não tem preocupações específicas sobre a taxa de câmbio do euro, mesmo que o fortalecimento da moeda em relação ao dólar possa afetar potencialmente a nascente recuperação econômica do bloco.

Agencia Estado

25 de outubro de 2013 | 09h40

"Em termos nominais e em termos reais, que é mais importante, o euro está dentro da banda que nós temos visto nos últimos dez anos. Eu não tenho uma preocupação específica em relação a taxa de câmbio", disse a autoridade em uma entrevista para o jornal italiano Il Sole 24 Ore.

"Isso apenas me preocupa à medida que se torna um fator da nossa previsão de inflação", acrescentou.

Asmussen reiterou que BCE não tem uma meta específica para taxa de câmbio. Ele disse que a taxa é um fator das previsões da instituição para inflação e crescimento. O BCE tem uma meta de inflação de médio prazo de pouco menos de 2%

O euro se fortaleceu recentemente em relação ao dólar. A alta ameaça prejudicar a recuperação da zona do euro depois de seis trimestres de contração uma vez que torna as exportações do bloco da moeda mais caras quando precificadas em moeda estrangeira.

Asmussen também minimizou os rumores de que ele deixará o BCE para se tornar o ministro de Finanças no próximo governo alemão. "Meu mandato no BCE termina em 2019. Minha intenção é cumprir esse prazo", disse ele. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do euroAsmussencâmbioeuro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.