Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Assimilado o IOF, Bovespa opera em alta; dólar volta a subir

Dados fracos do exterior e notícias positivas no Brasil promovem volatividade na Bolsa de SP nesta quinta

estadao.com.br e Agência Estado,

22 de outubro de 2009 | 15h17

A Bolsa de São Paulo opera nesta quinta-feira, 22, em alta, demonstrando, como foi exibido na sessão anterior, que os investidores já assimilaram os efeitos da taxação do IOF sobre o ingresso de capital estrangeiro. Às 16h12, o Ibovespa subia 0,9%, aos 66.072 pontos. No mercado de câmbio local, o dólar, depois de registrar alta durante todo o dia, às 16h04, está estável, cotado a R$ 1,725.

 

Veja também:

link Entenda o debate sobre a taxação do capital estrangeiro  

 

Apesar da abertura positiva, o mercado enfrenta um pregão volátil. Os investidores estão divididos entre os indicadores chineses que vieram fortes, porém um pouco abaixo do esperado pelos analistas, o recuo das commodities, a agenda pesada de balanços nos Estados Unidos e notícias positivas no Brasil, como a taxa de desemprego do IBGE abaixo do piso das previsões e o Copom dentro do esperado, sem nenhuma surpresa.

 

Além disso, os investidores aguardam uma expectativa positiva em relação ao resultado da reunião marcada para a tarde desta quinta-feira entre o ministro da Fazenda, Guido Mantega e o presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto. Segundo fontes ouvidas pela Agência Estado, a BM&FBovespaa vai propor ao ministro a isenção da cobrança da alíquota de 2% do IOF aos recursos estrangeiros para participar de oferta primárias de ações (IPOs), equiparando-os ao investimento estrangeiro direto (IED).

 

No cenário internacional, os mercados financeiros registram quedas. Na Ásia, o índice Nikkei, do Japão, fechou em baixa de 0,64%; e Hang Seng, da China, recuou 0,48%. As bolsas europeias fecharam em queda expressiva, à medida que os investidores ficaram desapontados com os balanços das empresas do setor de tecnologia e com a perspectiva de a China subir a taxa de juros. A bolsa de Paris caiu 1,35%; Londres teve queda de 0,96%; e Frankfurt recuou 1,21%.

 

Em Wall Street, às, 16h10 (horário de Brasília), Dow Jones opera em alta de 0,96%; Nasdaq sobe 0,12%; e S&P-500 valoriza 0,49%.

 

Atualizada às 16h13.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsaBovespadólarcâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.