Assinatura de veículo tem conquistado mais adeptos
Conteúdo Patrocinado

Assinatura de veículo tem conquistado mais adeptos

Em live, diretor-executivo da Movida, Rafael Tamanini, destaca as vantagens e facilidades do serviço de carro por assinatura da empresa e afirma que a modalidade vem crescendo

Movida, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

15 de dezembro de 2021 | 07h00

A principal mudança de paradigma da tal Mobilidade como Serviço, do inglês Mobility as a Service (MaaS), é colocar o ser humano no centro das atenções, garantindo a melhor experiência para aqueles que precisam se locomover. O conceito é apontado por muitos especialistas no assunto não mais como tendência para o futuro, mas sim como a realidade das atuais soluções de mobilidade urbana.

Afinal, as pessoas já se acostumaram a pagar um certo valor para usar alguns meios de transporte por um determinado tempo. Bom exemplo são as bicicletas e patinetes elétricos compartilhados, comuns em grandes cidades europeias e brasileiras. Essa forma de se locomover também chegou aos carros, com a assinatura de veículos. 

“As pessoas querem ter mobilidade e conveniência. E o carro por assinatura oferece tudo isso”, afirmou Rafael Tamanini, diretor-executivo da Movida, durante uma live do portal Mobilidade do Estadão. Com mediação do jornalista Tião Oliveira, editor do Jornal do Carro, e participação do executivo da Movida, a live teve como objetivo esclarecer as dúvidas sobre como funciona o serviço de assinatura de veículos e também acabar com o mito de que, ao aderir à modalidade, o consumidor está pagando por algo que não lhe pertence. 

De acordo com Tamanini, cerca de 80 a 90% dos casos o serviço de carro por assinatura, chamado de Movida Zero KM, é mais vantajoso do ponto de vista financeiro. Principalmente, se o consumidor colocar no papel os gastos de financiar um veículo, fazer um seguro, arcar com os impostos e gastos de manutenção.

Isso sem levar em conta a depreciação do bem, além de toda a energia e tempo gastos com a burocracia de adquirir um carro novo, como emplacamento, vistoria, entre outros. “Costumo brincar que o cliente só precisa se preocupar com a mensalidade e com a gasolina”, exemplificou o diretor-executivo da Movida.

Isso porque a mensalidade de um carro por assinatura já inclui taxas e impostos pagos anualmente, como IPVA e Seguro Obrigatório (DPVAT), seguro e as revisões preventivas. “Facilita também na hora de trocar de carro: o cliente não precisa se preocupar em anunciar e vender seu carro. Ele pode optar por estender a assinatura ou renovar e pegar um carro zero quilômetro que atenda suas necessidades”, explica Rafael Tamanini.

Cliente escolhe até a cor do carro

Inovadora, a Movida iniciou o serviço de assinatura de veículos em 2017 com a criação do Mensal Flex, que funcionava como uma locação de longo prazo e permitia ao cliente ficar o tempo que fosse necessário com o carro alugado. 

No ano passado, a empresa passou a oferecer o serviço Movida Zero KM, um carro por assinatura. “Aí esse sim foi ao encontro do sonho do brasileiro de ter um carro zero quilômetro”, explica o diretor-executivo da Movida.

Atualmente, a empresa oferece planos de assinatura que vão de 12 a 36 meses, com limites de quilometragem entre 1.000 e 3.000 quilômetros por mês. A vantagem é que o consumidor pode ter um carro novo a cada um, dois ou três anos, de acordo com o plano escolhido.

Estão disponíveis para assinatura veículos de diversos segmentos, de hatches compactos, passando por sedans, SUVs e até modelos da categoria Premium. Na hora de escolher o carro, o cliente pode optar pelo modelo e versão que mais lhe agrada, período de assinatura e até mesmo a cor do veículo. “Em alguns locais, oferecemos até mesmo entrega em domicílio do veículo escolhido”, ressalta Tamanini.

As parcelas da assinatura são fixas durante o primeiro ano e só são reajustadas anualmente, levando em conta a inflação e a correção de impostos e taxas. Caso opte por ficar mais tempo com o carro escolhido, o cliente pode estender o plano para até 36 meses e ainda tem a opção de compra ao final da assinatura. “Mais de 95% dos clientes que experimentam a assinatura de um veículo estendem o contrato ou fazem um upgrade para uma categoria superior”, conclui o diretor-executivo.

O mais conveniente é que todo o processo pode ser contratado online, pelo site movidazerokm.com.br ou em alguma loja Movida espalhada por todas as regiões do País.   

As vantagens financeiras e a conveniência de se livrar da “parte chata” de ter um carro são algumas das razões para o sucesso do serviço. “Criamos o Movida Zero Km há um ano e, mesmo na crise que estamos atravessando, gerada pela pandemia, o serviço vem crescendo e ganhando cada vez mais adeptos”, comemora Rafael Tamarini.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.