Divulgação
Divulgação

AEB projeta superávit recorde da balança comercial brasileira em 2017

O valor esperado é de US$ 51,647 bilhões, 13,1% a mais do que o estimado para 2016

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2016 | 13h35

RIO - A balança comercial brasileira registrará superávit recorde de US$ 51,647 bilhões em 2017, alta de 13,1% ante os US$ 45,654 bilhões estimados para 2016, conforme projeções da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) divulgadas nesta quarta-feira, 14.

As projeções consideram alta de 7,2% nas exportações, para US$197,360 bilhões, e aumento de 5,2% nas importações, para US$145,713 bilhões. Com isso, segundo a AEB, será a primeira alta na corrente de comércio após seis anos de queda.

Apesar da projeção de recorde, a AEB listou uma série de incertezas para o comércio exterior no próximo ano, como a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos e sua aproximação com a Rússia, o reconhecimento da China como economia de mercado, as cotações de minério de ferro e do petróleo, a saída do Reino Unido da União Europeia (EU), o crescimento econômico da Argentina e a suspensão ou cancelamento de projetos para exportação de serviços de engenharia.

"A insegurança e incerteza vigentes poderão demandar revisão dessas projeções antes de julho, mês tradicional de realização da única revisão anual da balança comercial pela AEB", diz nota distribuída pela associação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.