Associação do Comércio Exterior prevê saldo maior na balança

A Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) vai elevar a projeção para o superávit da balança comercial deste ano para um patamar superior ao projetado pelo mercado. Até então, a entidade vinha estimando um saldo de US$ 14 bilhões para 2003. A revisão, que será finalizada no fim do mês, elevará as previsões para uma faixa entre US$ 17 bilhões e US$ 19 bilhões. As projeções de mercado estão no piso da nova estimativa da AEB. A estimativa leva em conta uma pequena queda nas exportações, mas um recuo ainda maior nas importações no segundo semestre, decorrente da fraca atividade econômica interna, disse o diretor-executivo da AEB, José Augusto de Castro. Para ele, a provável redução da taxa de juros na reunião da próxima semana do Comitê de Política Monetária (Copom), não vai provocar resultado imediato nos próximos meses. ?Mesmo que se reduza a taxa de juros semana que vem, como deve acontecer, não haverá impacto imediato. Portanto, não estimularia as importações, já que o mercado interno está muito desaquecido?, afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.