Divulgação
Divulgação

Associação prevê superávit comercial recorde em 2016

Se resultado se confirmar, balança comercial terá saldo positivo de US$ 46,9 bilhões em 2016, uma alta de 138,4% em relação a 2015

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

19 Julho 2016 | 11h48

RIO - O Brasil terá superávit de US$ 46,934 bilhões em 2016, uma alta de 138,4% em relação ao resultado de 2015. A estimativa foi divulgada nesta terça-feira, 19, pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB). 

Se confirmado, o superávit atingirá patamar recorde, superando os US$ 46,456 bilhões apurados em 2006. No entanto, a AEB ressalta que o resultado virá de uma queda intensa nas importações, e não por uma elevação das exportações, o que a entidade chama de "superávit negativo".

O montante foi revisto pela entidade, que previa inicialmente um superávit menor, de US$ 29,228 bilhões. A revisão foi motivada por uma queda menor nas exportações ante a previsão inicial, mas, sobretudo, por um recuo ainda maior do que o previsto nas importações.

As exportações brasileiras somarão US$ 187,504 bilhões este ano, uma queda de 1,9% em relação a 2015, o quinto ano consecutivo de resultados negativos. Já as importações totalizarão US$ 140,570 bilhões, uma redução de 18% em relação ao ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.