A.T. Kearney vence licitação do BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) concluiu o processo de licitação para a escolha do consórcio que irá apresentar ao Ministério do Desenvolvimento propostas para atrair a indústria de componentes para o Brasil.O consórcio A.T. Kearney - integrado pelas empresas A.T. Kearney Inc., International Data Corporation do Brasil, Pesquisa de Mercado e Consultoria (IDC) e Azevedo Sete Advogados - venceu a concorrência. Ele terá a tarefa de elaborar um plano de atração de fabricantes de componentes para o Brasil.Segundo o edital da licitação, após a assinatura do contrato com o BNDES, o grupo terá um prazo de 60 dias para produzir um relatório com o diagnóstico setorial e 90 dias para apresentar as propostas. Em 120 dias, deverá ser apresentado o plano de implementação das medidas.O consórcio BMT, formado pelas empresas Bechtell Método Tecnologia Ltda, Bechtell International Inc., Ernest&Young Consultores Associados, Rosemberg & Associados, Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (CLSI-TEC) e Demarest e Almeida Advogados, também participou da disputa. Um terceiro consórcio, liderado pela Booz Allen & Hamilton Associados, também apresentou propostas, mas foi inabilitado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.