Ata do Copom destaca cenário externo

A Ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada hoje pela manhã, revelou que o cenário externo merece destaque dentro da conjunta econômica brasileira atual. A alta do preço do petróleo foi apontada como o ponto de maior importância. Segundo a Ata, os estoques do produto no mercado internacional são considerados insuficientes e essa queda na oferta faz com que o preço do produto mantenha-se em alta. O documento informa que, apesar da manutenção da expectativa de queda nos preços nos mercados futuros ao longo do próximo ano, não se espera um preço para o barril do petróleo tipo Brent inferior a US$ 27. Com relação à inflação, a Ata diz que o recuo ocorrido em setembro reforça a tese de reversão de alta dos preços. Isso sustenta as expectativas favoráveis de manutenção da tendência de queda da inflação em outubro e a permanência da expectativa de cumprimento da meta de inflação do governo para esse ano - de 6%, com possibilidade de alta ou baixa de dois pontos porcentuais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.