Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Ata do copom é realista com cenário internacional, diz Meirelles

O presidente do Banco Central, Henrique Meirlelles, disse que a ata do Copom divulgada hoje ?não é otimista nem pessimista?e está em linha com o que foi dito pelo presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Alan Greenspan, no seu depoimento ao Congresso norte-americano ontem.Meirelles fez tal declaração em resposta ao questionamento se a avaliação mais otimista da ata do Copom sobre o cenário internacional ainda é válida, dado que, desde a reunião do Copom em 14 de abril, os mercados internacionais oscilaram mais e o risco Brasil ? taxa que mede a confiança do investidor estrangeiro na capacidade de pagamento da dívida do país ? subiu mais de 50 pontos base.Para ele, a economia norte-americana está crescendo com altos ganhos de produtividade. "Portanto, com uma previsão do chairman (Alan Greenspan) de uma inflação que não deve pressionar nos próximos meses e no futuro próximo. Em função disso, as taxas de juros americanas, que hoje estão em níveis historicamente baixas, é absolutamente normal que aumentem. Em um determinado momento, essas taxas irão retomar seu patamar histórico, o que os mercados já estão precificando, o que está correto", acrescentou.Meirelles disse que, enquanto isso, o Brasil está numa posição hoje com fundamentos sólidos. Ele citou que o País atualmente tem superávit comercial recorde, superávit em conta corrente, superávit fiscal sólido e sustentável para os próximos anos e uma política monetária respeitada em todo o mundo. "Além disso, o Brasil tem um perfil da dívida pública melhorando consistentemente, em particular com a parcela da dívida atrelada ao dólar. Ou seja, o Brasil hoje tem condições de liquidez no mercado internacional", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.