carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Atacado agrícola pressiona prévia do IGP-M

A forte aceleração nos preços dos grãos no atacado levou à taxa maior da primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que subiu 0,80% em setembro, ante aumento de 0,27% em igual prévia em agosto. A informação é do coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros. Segundo ele, entre os destaques estão as altas em commodities importantes, como soja (6,19%), milho (10,99%), arroz beneficiado (11,97%) e arroz em casca (5,81%).Já o preço do leite deve desacelerar no atacado ao longo do mês de setembro, na avaliação da FGV. A elevação no preço do leite no atacado pode ter atingido seu auge em agosto. O preço do produto está em alta há bastante tempo, pressionado por problemas de oferta durante todo o ano, devido a aumento de demanda, quebra na produção de grandes fornecedores internacionais e conseqüente aumento das exportações brasileiras do produto. Agora, o período de entressafra está terminando, o que deve conduzir a uma melhor oferta do item.VarejoPara o coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros, foi "um sinal positivo" a desaceleração do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) - de 0,14% para 0,05% - na passagem da primeira prévia do IGP-M de agosto para igual prévia em setembro. Ele comentou que, com as seqüências de altas de preços nos produtos agropecuários em agosto, havia um receio de um repasse quase imediato para os preços dos alimentos no varejo - mas isso não aconteceu, como mostra a taxa menor do IPC.

ALESSANDRA SARAIVA, Agencia Estado

12 de setembro de 2007 | 12h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.