Antonio Cruz/ Agência Brasil
Antonio Cruz/ Agência Brasil

'Até eu estou chorando', diz Bolsonaro sobre falta de recursos para 2020

Segundo presidente, todos os ministros estão reclamando do Orçamento para o ano que vem; para ele, situação é reflexo de 'irresponsabilidade' de gestões passadas

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2019 | 11h13

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou que até ele está "chorando" pela falta de recursos previstos para o Orçamento de 2020, que será enviado pelo governo ao Congresso nesta sexta-feira, 30. "Todos estão reclamando, até eu estou chorando", disse o presidente na saída do Palácio da Alvorada, de manhã.

Às vésperas do envio da proposta ao Legislativo, o Estado mostrou que o ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu alertas de ministérios de que os recursos previstos são insuficientes e podem comprometer a compra de livros escolares, pagamentos de bolsas de estudo e entrega gratuita de medicamentos, entre outros serviços.

"Eu falei para o Paulo Guedes, o meu ministério, eu adotei um ministério, o da Defesa, mesmo eu adotando o da Defesa está difícil para mim, está apertado", reclamou. Bolsonaro disse que a situação é reflexo de "irresponsabilidade" de gestões passadas. "Eu sabia disso, não estou chorando, não."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.