Atividade da indústria paulista cresce 1,2% em fevereiro

O Indicador do Nível de Atividade (INA) da indústria paulista subiu 1,2% em fevereiro, na comparação a janeiro, na série com ajuste sazonal. Em relação a fevereiro de 2006, o indicador de atividade da indústria paulista aumentou 4,3%.De acordo com o Levantamento de Conjuntura, divulgado nesta quinta-feira, 29, pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), o nível de utilização da capacidade instalada de fevereiro ficou em 79,3%, sem ajuste sazonal, registrando alta em relação a janeiro, quando estava em 78,4%. Em fevereiro do ano passado, o uso da capacidade instalada estava em 79,4%.O documento das entidades apresenta ainda as seguintes variações em fevereiro ante janeiro deste ano, sem ajuste sazonal: total de horas pagas, crescimento de 1,5%; horas trabalhadas na produção, aumento de 3,3%; horas médias trabalhadas, alta de 2,4%; total de salários nominais, 2,2%; total de salários reais utilizando como deflator o IPC-Fipe, 1,8%; salário real médio, 1%; total de vendas nominais, queda de 1%; total de vendas reais utilizando como deflator o IPA Setorial, recuo de 1,1%.A Fiesp e o Ciesp também revisaram o INA de janeiro, divulgado em 1º de março. Com ajuste sazonal, o INA revisado ficou em 0,4% em janeiro ante dezembro, ao passo que o dado divulgado anteriormente era de 0,8%. Sem ajuste sazonal, o INA de janeiro ante dezembro foi revisado para queda de 4%, enquanto o indicador anterior era de queda de 3,5%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.