finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Atividade da indústria recua em setembro, diz CNI

A atividade industrial recuou no terceiro trimestre de 2013, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira, 8, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os "Indicadores Industriais" mostram que a Utilização da Capacidade Instalada (UCI) em setembro foi de 81,9%, abaixo dos 82,1% registrados em agosto. O UCI de setembro também ficou abaixo dos 82,3% do mesmo mês do ano passado.

AYR ALISKI, Agencia Estado

08 de novembro de 2013 | 11h53

O faturamento real da indústria também caiu em setembro, ficando 2,5% abaixo do registrado em agosto, já com dados dessazonalizados. Na comparação anual, porém, o faturamento de setembro foi 6,5% maior que o registrado no mesmo mês de 2012. Da mesma forma, o crescimento do indicador dessazonalizado no terceiro trimestre foi de 0,4% em relação ao trimestre anterior.

As horas trabalhadas caíram 0,5% em setembro em relação a agosto, mas registram aumento de 1,2% ante setembro do ano passado. No terceiro trimestre, porém, o número de horas trabalhadas na indústria caiu 1,5% em relação ao segundo trimestre deste ano.

O emprego industrial ficou praticamente estável em setembro, com crescimento de 0,1% em relação a agosto e expansão de 1% ante setembro de 2012. No terceiro trimestre de 2013, o indicador expandiu 0,3% em relação ao trimestre anterior. A massa salarial aumentou 0,8% em setembro na comparação com agosto e acumulou uma alta de 3,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

No terceiro trimestre deste ano, o aumento da massa salarial da indústria foi de 0,3%. O rendimento médio real dos trabalhadores da indústria aumentou 0,6% em setembro em relação a agosto e tem uma evolução de 2,6% na comparação com o mesmo mês do ano passado. No trimestre, o aumento da renda dos trabalhadores da indústria foi de 0,3.

Tudo o que sabemos sobre:
CNIindicadoressetembro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.