Atividade industrial de SP volta a recuar em setembro

A atividade industrial paulista voltou a recuar em setembro, segundo dados divulgados pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) nesta quinta-feira, e uma outra pesquisa da entidade mostrou que as perspectivas para o setor seguem cautelosas.

REUTERS

27 de outubro de 2011 | 13h55

O Sensor, que visa medir o humor do empresário industrial no mês corrente, caiu para 48,6 pontos, ante 48,9 pontos em setembro. O número segue abaixo da marca de 50 pontos, o que mostra que os empresários continuam pessimistas.

Autoridades da Fiesp vêm afirmando que as preocupações com a economia mundial, em meio a uma crise de dívida ainda não totalmente resolvida na Europa, são o principal fator de preocupação para o desempenho da indústria paulista, indicado novamente pela queda da atividade no setor.

Com ajuste sazonal, o Indicador de Nível de Atividade (INA) caiu 0,7 por cento em setembro, contra alta revisada para baixo de 0,6 por cento em agosto. Sem ajuste, o INA recuou 2,6 por cento no mês passado. Em relação a setembro de 2010, o indicador subiu 0,8 por cento.

O nível de utilização da capacidade instalada na indústria ficou em 82,0 por cento no mês passado com ajuste sazonal, ante 82,5 por cento em agosto e 82,3 por cento em setembro de 2010.

Entre os setores, destaque negativo para Veículos automotores, que caiu 6,2 por cento em setembro ante agosto com ajuste. Na mesma base de comparação, Máquinas e equipamentos recuou 1,0 por cento, enquanto Minerais não metálicos mostrou queda de 0,1 por cento.

(Reportagem de José de Castro)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROINAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.