Atividades de acesso à Internet faturam R$ 1,2 bi em 2001

As atividades de acesso à Internet - incluindo fax, conferência pela rede e veiculação de propaganda - geraram receita operacional líquida de R$ 1,2 bilhão em 2001, segundo uma pesquisa do IBGE sobre o setor de serviços. A receita foi inferior, entretanto, a das atividades relacionadas a desenvolvimento de softwares, que atingiu R$ 3,2 bilhões no período, ou cerca de um quinto da receita total das atividades de informática (R$ 14,6 bilhões). Ainda dentro dos Serviços de Informação, as atividades de processamento de dados para terceiros faturaram R$ 2,9 bilhões. A Pesquisa Anual de Serviços - Produto de 2001 investigou os segmentos de telecomunicações, informática e audiovisual (agrupados como serviços de informação) e os setores mais importantes dos serviços de transportes (rodoviário de passageiros e de cargas, ferroviário/ metroviário, aquaviário e aéreo). Juntos, eles faturaram um total de R$ 125,4 bilhões em 2001, sendo R$ 75,3 bilhões dos Serviços de Informação e R$ 50,1 bilhões dos Serviços de Transportes. A telefonia fixa foi a atividade que, isoladamente, gerou a maior receita (R$ 17,3 bilhões) entre os setores investigados na pesquisa. A segunda maior receita (R$ 12,4 bilhões) veio da telefonia celular que, junto com a telefonia fixa e os serviços complementares de telefonia fixa (assinaturas, mudanças de titularidade, etc.), respondeu por 72,0% da receita de toda a atividade de telecomunicações no Brasil no ano pesquisado. Os serviços audiovisuais (publicidade e merchandising em TV aberta, programação básica de TV por assinatura, publicidade e merchandising no rádio, programadoras de TV por assinatura e outros) foram responsáveis por 13% (R$ 9,8 bilhões) da receita. Segundo a pesquisa, três produtos foram responsáveis por 76% da receita dos produtos audiovisuais: venda de publicidade e merchandising na TV aberta (R$ 4,8 bilhões); serviços de programação básica de TV por assinatura (R$ 2 bilhões) e venda de publicidade e merchandising em programas de rádio (R$ 584 milhões). Já a venda de espaço para publicidade e merchandising na TV aberta foi responsável, sozinha, por 49,%, ou R$ 37 bilhões, da receita de serviços audiovisuais em 2001 Transportes O transporte aéreo faturou quase R$ 13,4 bilhões em 2001, ou 26,6% da receita total obtida por todos os meios de transporte no Brasil. O principal produto deste segmento foi o de transporte de passageiros em linhas regulares, que representou quase 75 % da receita. Ainda segundo a pesquisa do IBGE, receita quase idêntica à do transporte aéreo de passageiros foi obtida pelo transporte rodoviário de passageiros em linhas regulares intramunicipais, urbanas e suburbanas, que somou R$ 9,6 bilhões.

Agencia Estado,

30 Julho 2003 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.