Ativos da Parmalat na América Latina já têm interessados

O grupo dinamarquês Arla Foods International, que mantém uma parceria com a Vigor, desde 1986, informou que está interessada em assumir alguns ativos do combalido conglomerado Parmalat na América Latina. O executivo-chefe da Arla, Aake Modig, disse, em Estocolmo, que a empresa estaria disposta a assumir "pequenas operações" da Parmalat. "As grandes operações da Parmalat estão no Brasil e México, mas elas são muito grandes para nós", disse o executivo, completando que o interesse seria por negócios em outros países da América Latina. No entanto, o executivo não especificou os países de interesse. "Mas o processo será demorado. Não temos muitas informações sobre a situação", ponderou.A Parmalat entrou em concordata em dezembro, na Itália, após a revelação de uma fraude milionária. Duas unidades da Parmalat no Brasil também entraram em concordata, após não conseguirem cumprir com pagamentos de empréstimos e contas para fornecedores de leite e suprimentos. A join venture da Arla gerou a criação da Danvigor, que ocupou as instalações pré-existentes da Vigor em Cruzeiro/SP e iniciou suas operações fabricando queijos brancos frescos (Minas Frescal, Requeijão e Queijo Cremoso). A Arla também tem uma fábrica de proteínas de leite na Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.