Ato de petroleiros na Paulista reúne 300 pessoas

Cerca de 300 petroleiros realizaram nesta tarde, na Avenida Paulista, uma manifestação contra a Sexta Rodada de Licitações de Áreas Exploratórias de Petróleo e Gás Natural da Agência Nacional de Petróleo (ANP). O ato foi promovido pela Federação Única dos Petroleiros (FUP).A entidade argumenta que a Petrobras está próxima de alcançar a auto-suficiência em 2005 e as licitações serviriam, segundo o presidente da FUP, Antônio Carrara, para entregar as reservas nacionais para empresas estrangeiras. Antes da manifestação na capital, os petroleiros também participaram de ato na Refinaria de Paulínia (Replan), no interior paulista. Lá, eles atrasaram por duas horas o início de suas atividades nesta terça-feira. Segundo balanço parcial da FUP, atos semelhantes foram realizados também no Paraná e no Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.