Atraso no pagamento de cartões de crédito é recorde nos EUA

O atraso de 30 ou mais dias no pagamento dos cartões de crédito nos Estados Unidos alcançou o nível mais alto da história no segundo trimestre, chegando a 4,81% do total de contas, segundo dados publicados hoje pela Associação de Bancos dos EUA (ABA). A marca supera o recorde anterior de 4,76%, alcançado no primeiro trimestre do ano, e é conseqüência direta do alto custo dos combustíveis. "Os últimos dois trimestres não foram muito bons", afirmou o economista da ABA James Chessen. "Os altos custos da gasolina fazem com que muitos indivíduos fiquem com pouco dinheiro para arcar com suas obrigações financeiras", acrescentou. De acordo com a ABA, o preço médio para encher o tanque de um automóvel subiu de US$ 30,63 no fim de 2004 para US$ 38,33 no segundo trimestre, atingindo a marca de US$ 47,78 nos dias atuais. O atraso de mais de 30 dias no pagamento de créditos pessoais subiu no período para 1,94%, dos 1,83% no primeiro trimestre.

Agencia Estado,

29 Setembro 2005 | 00h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.