Atual produção de petróleo deve ser mantida, diz Opep

Países se reúnem na terça-feira para decidir política de produção, que permaneceu inalterada em 2009

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

21 de dezembro de 2009 | 09h58

O secretário-geral da Opep, Abdalla Salem el-Badri, disse que os países membros do grupo não querem alterar os atuais níveis de produção definidos para o grupo. "Há um consenso de que não haverá mudança (nos níveis de produção)", afirmou.

 

Perguntado se a organização pretende elevar a produção no ano que vem, o secretário-geral afirmou: "não está em nosso radar nesse momento".

 

VEJA TAMBÉM:
Produtores da Opep devem exigir maior adesão aos atuais cortes

Os membros da Opep se reúnem nesta terça-feira, 22, em Luanda, capital de Angola, para decidir a política de produção do grupo, que permaneceu inalterada em 2009, desde o corte de produção feito no ano passado quando os preços do petróleo despencaram do pico de US$ 147 o barril atingido em julho de 2008.

 

No final do ano passado, o grupo concordou com uma meta de produção de 24.835 milhões de barris ao dia, após uma série de cortes de produção, totalizando 4,2 milhões de barris, mas o comprometimento com a cota diminuiu nos últimos meses em consequência da alta dos preços e da queda do dólar. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
petróleoOpepprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.