Auditores retornam ao trabalho após 55 dias de greve

Trabalhadores podem retomar paralisação caso negociações com o governo não sejam retomadas

Isabel Sobral, da Agência Estado,

12 de maio de 2008 | 14h06

Os auditores da Receita Federal retornaram às atividades, após 55 dias de paralisação. A assessoria de imprensa do Sindicato Nacional dos Auditores da Receita (Unafisco) informou nesta segunda-feira, 12, que a volta ao trabalho foi normal em todo o País, desde o início da manhã. De aproximadamente 12 mil profissionais da categoria, 70% (cerca de 8 mil) cruzaram os braços desde 18 de março, segundo a assessoria, pois um contingente de 30% manteve as atividades seguindo o que determina a legislação. As atividades, no entanto, poderão ser novamente suspensas caso o governo não retome as negociações salariais com a categoria, já que as assembléias dos auditores aprovaram na semana passada o indicativo de retorno à greve a partir de 1º de junho, se não houver avanços. Ainda segundo a assessoria do Unafisco, não foi marcada até agora reunião do comando dos auditores com o Ministério do Planejamento.

Tudo o que sabemos sobre:
GreveReceita Federal

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.