Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Augustin: 2011 é ano de contenção fiscal

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, disse que 2011 é um ano de contenção fiscal. Segundo ele, há entendimento sobre isso por parte da sociedade e dos Poderes. Para o secretário, não há espaço fiscal para aumento dos salários do Judiciário.

ADRIANA FERNANDES E FABIO GRANER, Agencia Estado

28 de dezembro de 2010 | 16h51

Augustin ressaltou que 2011 é um ano de "tranquilidade e comedimento" na área de pessoal. Ele disse que, faltando pouco para o fim do ano, é possível afirmar com clareza que as despesas de pessoal em 2010 serão menores que o crescimento nominal do PIB. Até novembro, as despesas de pessoal apresentam uma queda de 4,8% com relação ao crescimento nominal do PIB. Para Augustin, esse indicador econômico é importante porque é o contrário das críticas recebidas pelo governo quando promoveu "uma escalada" nos reajustes das carreiras dos servidores públicos de que o crescimento dos gastos com pessoal seria explosivo. Ele destacou que esse crescimento é sustentável e disse: "Não houve explosão de pessoal como muitos temiam".

Tudo o que sabemos sobre:
TesouroAugustincontenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.