Aumenta o consumo de energia elétrica no Brasil

O consumo de energia elétrica em junho atingiu 46.051,4 MW médios, com aumento de 2,71% em relação a junho do ano passado, segundo dados preliminares do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), obtidos pela Agência Estado. No semestre, o aumento ficou em 3,29% em relação a igual período do ano passado. Em relação a maio, o consumo de junho permaneceu praticamente estável, com aumento de irrisórios 0,05%.Em janeiro, o consumo havia atingido 47.696,3 MW médios, com aumento de 5,23% sobre janeiro de 2005, subindo para 48.736,7 MW médios em fevereiro (aumento de 5,90% sobre fevereiro de 2005) e atingindo 49.346 MW médios em março, com aumento de 4,28% sobre março de 2005 e recorde absoluto na história do País. De abril para junho houve desaceleração no consumo de energia elétrica, caindo para 46.627 MW médios naquele mês (queda de 0,98% em relação a abril de 2005), 46.028,2 MW médios em maio (aumento de 2,67% sobre maio de 2005) e 46.051,4 MW médios no mês passado.Em termos regionais, há grande disparidade no ritmo de consumo. A região Norte continua aumentando o consumo de forma acelerada, com aumento de 8,66% em junho em relação a igual período de 2005, ao ritmo de quase três vezes a média nacional. O consumo na região tem sido puxado basicamente pelas indústrias eletrointensivas, especialmente a produção de alumínio, destinadas à exportação. Na sexta-feira, inclusive, a região bateu novo recorde na demanda instantânea (horário de pico), com a carga/consumo atingindo 3.872 MW/h às 18h52min.No Sudeste/Centro-Oeste, que concentra cerca de 62% do consumo nacional, o aumento em junho registrou variação de 1,92% sobre junho de 2005, praticamente igual aos 2,06% registrados no Nordeste. No Sul, após vários meses em ritmo lento, o consumo de junho ficou 3,76% acima do registrado em igual período do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.