bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Aumentam PIB e pedidos de auxílio-desemprego nos EUA

A economia norte-americana cresceu um pouco mais no quarto trimestre de 2001 do que as estimativas feitas inicialmente. Em sua terceira e última estimativa do PIB dos Estados Unidos para o quarto trimestre, o Departamento de Comércio informou que a economia do país cresceu a uma taxa anualizada de 1,7%.Uma pesquisa feita pela Dow Jones/CNBC havia previsto um crescimento inalterado nesta revisão do PIB em relação à revisão anterior. A estimativa anterior havia apontado para um crescimento do PIB de 1,4% no quarto trimestre.No terceiro trimestre, a economia norte-americana se retraiu em 1,3%. Foi a primeira retração desde a recessão de 1991. No ano de 2001, a economia dos EUA cresceu 1,2%.DesempregoO número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA subiu inesperadamente na semana passada. O número de pedidos subiu em 18 mil, para 394 mil - o nível mais alto em dois meses - na semana que terminou em 23 de março, divulgou o Departamento do Trabalho.O departamento revisou a estimativa dos pedidos da semana anterior, aumentando-a em 5 mil, para 376 mil. O mercado esperava uma queda de mil pedidos na semana passada, segundo pesquisa feita por economistas consultados pela pesquisa da Dow Jones/CNBC.A média de pedidos de quatro semanas subiu em 3.250, para 383.500 pedidos na semana passada. A média de quatro semanas ameniza as variações estatísticas e é geralmente considerada um melhor indicador para as tendências do mercado de trabalho do que os números semanais. A taxa de desemprego de trabalhadores com seguro-desemprego ficou inalterada em 2,7%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.