finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Aumentam reclamações da Eletropaulo

A cada ano está aumentando o número de reclamações contra os serviços prestados pela Eletropaulo. No ano passado, o Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, registrou crescimento de 48% em relação a 1999. Em 2000, foram 369, principalmente com relação à cobrança indevida ou abusiva das contas e danos materiais ou pessoais sofridos por consumidores. Além dessas, as queixas na demora de atendimento pelo serviço de emergência também são freqüentes.Segundo o ouvidor da Comissão dos Serviços Públicos de Energia, Fernando Prado, em 1999, a comissão recebia uma média de 85 casos por mês. Em setembro, o número subiu para 200 e em dezembro, para 1.500 reclamações. As queixas contra a Eletropaulo, segundo Prado, equivalem a 40% do total e proporcional ao número de pessoas atendidas, que chegam a 16 milhões.O superintendente de Operação da Eletropaulo, Cyro Boccuzzi, responsabilizou o "excesso de ocorrências" gerado pelas fortes chuvas que atingiram a área de concessão da empresa pela demora ao atendimento às solicitações dos moradores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.