Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Aumento da produção industrial foi modesto, diz analista

O crescimento industrial regional de março foi classificado como "modesto" pela analista do Departamento de Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mariana Rebouças. Hoje, o instituto divulgou a Pesquisa Industrial Mensal Regional de março, que registrou elevação de produção em oito das doze regiões pesquisadas. "O resultado teria sido pior, se não fosse os setores exportadores, como petróleo, e de agroindústria", disse a técnica, explicando que estes setores têm sustentado a produção de alguns Estados, embora a média nacional da produção esteja em queda - o IBGE divulgou esta semana queda de 3,4% na produção em março ante fevereiro.Ela explicou que, embora o resultado regional do setor tenha sido positivo, o desempenho global da indústria está em trajetória de desaceleração de crescimento. Na avaliação de Mariana, a indústria está perdendo o fôlego. "A indústria está refletindo cinco meses de taxas de juros elevadas, e de rendimento do trabalhador em queda", disse. Sobre a indústria de São Paulo, a região de maior peso no setor, em âmbito nacional, entre as 12 localidades pesquisadas, a analista informou que, embora o desempenho da indústria paulista tenha sido positivo em março, há desaceleração no nível de crescimento da indústria da região, em março, ante resultados anteriores. "Em março, produção industrial de São Paulo cresceu 1,6%; em fevereiro, a expansão foi de 3,9%", disse. A técnica também comentou o fato dos resultados da produção regional apresentarem "sinais de dispersão", com taxas muito elevadas em alguns Estados, como é o caso de Espírito Santo (alta de 28,5% em março, ante março de 2002); ou muito baixas como Pernambuco (queda de 9,8% ante igual mês em 2002). "No Espírito Santo há indústrias voltadas para exportação, como de petróleo; e também houve aumento de expansão de capacidade de uma grande empresa de celulose no período", explicou Mariana, acrescentando que Pernambuco não teve estas vantagens.

Agencia Estado,

16 de maio de 2003 | 12h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.