Aumento de juro é próximo passo, diz Meirelles

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, disse hoje que o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) irá discutir, na reunião de terça e quarta-feira, a magnitude do ciclo de alta de juro que se aproxima, que é o próximo passo para saída da política monetária acomodativa. A taxa Selic está atualmente em 8,75% ao ano.

LUCIANA XAVIER, ENVIADA ESPECIAL, Agencia Estado

25 de abril de 2010 | 16h21

Meirelles também alertou os mercados para não tentarem encontrar "sinais" sobre o tamanho dos aumentos a partir de atas e comunicados anteriores.

"A mensagem que eu dou aos players é não tentar ler nas entrelinhas do que o Banco Central disse em atas ou no relatório de inflação (e tentar descobrir) uma sinalização de um ou outro membro do comitê. Não há sinais", afirmou o presidente, durante sua passagem por Washington para participar de encontros com o G-20 no Fundo Monetário Internacional (FMI). As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.