Aumento do imposto de bebidas frias não tem data, diz RF

Depois de o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciar, neste mês, a prorrogação, para setembro, da vigência do reajuste do imposto sobre as chamadas bebidas frias, a Receita Federal informou, nesta segunda-feira, 26, que ainda não foi definido se a primeira alta será mesmo naquele mês ou "em outro período", segundo o coordenador de estudos tributários e aduaneiros da RF, Claudemir Rodrigues. Ele não descartou a possibilidade de nova postergação. segundo Rodrigues, o ministro ainda está discutindo com o setor. O reajuste do imposto para bebidas frias será escalonado em três parcelas, que ainda não têm datas definidas, segundo a Receita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.