Aumento do INSS é ?absolutamente impensável?, diz Febraban

O presidente da Febraban, Gabriel Jorge Ferreira, afirmou hoje que é "absolutamente impensável" o governo promover um aumento de três pontos porcentuais na alíquota do INSS, como sugerido ontem pelo ministro Amir Lando, da Previdência. "O governo deve buscar outras formas de arrecadação que não através do aumento de tributos, principalmente depois de ter acabado uma reforma tributária em que, apesar de alegar que não houve aumento da carga, os empresários afirmam que ela aumentou sim", afirmou Ferreira. Ele lembrou que entre as sugestões que a Febraban vem fazendo ao governo para aumentar as receitas extra-orçamentárias está a idéia de securitizar os ativos e os créditos da dívida ativa da União. "Isso liberaria recursos para os investimentos necessários, sem classificar outras áreas com cortes", afirmou Ferreira. Veja mais informações nos links abaixo.

Agencia Estado,

19 Março 2004 | 16h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.