Aumento do INSS resulta em arrecadação anual de R$ 5 bi

O Ministério da Previdência Social divulgou estimativa de seus técnicos segundo a qual a eventual implantação do aumento de três pontos porcentuais na alíquota da contribuição de empregados e empregadores ao Instituo Nacional de Seguridade Social (INSS) resultaria numa arrecadação de R$ 5 bilhões por ano. A proposta de aumento foi feita ontem e reafirmada hoje pelo ministro da Previdência, Almir Lando, e recebeu críticas de todos os setores da sociedade. A alíquota maior, caso aprovada, permaneceria em vigor por cinco anos. Segundo os técnicos do Ministério da Previdência, o montante de R$ 5 bilhões por ano é o quanto o INSS necessitaria para pagar, durante os cinco anos, o fluxo anual de benefícios mais os reajustes atrasados desde 1994. Para ler mais Furlan afirma que elevar alíquota do INSS "não é uma boa idéia" Aumento do INSS é "absolutamente impensável", diz Febraban Para CUT, medida que pretende elevar INSS é "equivocada" Aumento do INSS vai gerar desemprego e informalidade, prevê CNI Nunca, num período tão curto de governo, houve um aumento tão grande de impostos, diz especialista "É um péssimo caminho, é a pior solução", diz Alckmin

Agencia Estado,

19 Março 2004 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.