Austrália fecha 27 mil vagas em agosto; desemprego atinge 5,8%

Dados seguem a divulgação de fortes quedas nas vendas do varejo e no financiamento imobiliário

Hélio Barboza, da Agência Estado,

10 de setembro de 2009 | 09h55

A economia da Austrália fechou 27 mil postos de trabalho em agosto, um total acima do previsto que modera a expectativa de uma elevação das taxas de juros em outubro. A taxa de desemprego ficou inalterada em 5,8%, ajustada sazonalmente, de acordo com o Escritório Australiano de Estatísticas (ABS, na sigla em inglês).

 

Na média, os economistas previam taxa de 5,9%, com um total de 15 mil postos de trabalho fechados. O número de pessoas em empregos de tempo integral caiu 30.800. A queda na participação da força de trabalho em agosto impediu que a taxa de desemprego aumentasse.

 

Os dados se seguem à divulgação, na quarta-feira, de fortes quedas nas vendas do varejo e no financiamento imobiliário, aumentando o temor de que o impacto das medidas de estímulo econômico do governo irá se desvanecer no segundo semestre. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Austráliadesempregoagosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.