Áustria pode devolver aviões a EADS

A Áustria quer devolver 15 aviões de guerra e exigir de volta 1,7 bilhão se for confirmado que o grupo EADS recorreu a suborno para conseguir o contrato. Autoridades de Roma, Viena e Munique abriram investigação por lavagem de dinheiro. A polícia também realizou buscas em escritórios da empresa na Alemanha, Áustria e Suíça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.