Autoridade do BC chinês vê exagero em queda da bolsa

Wang Yong, uma autoridade da filial do Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) em Zhengzhou, publicou em editorial que a queda de 1,7% no mercado acionário local foi um "forte exagero" à mudança na política de crédito, mas um exagero que "faz as pessoas pensarem profundamente".

AE, Agencia Estado

24 de fevereiro de 2014 | 23h00

Wang reconheceu que a desaceleração dos preços dos imóveis em algumas cidades, o aperto do empréstimo bancário e a depreciação do yuan provocaram uma forte venda de ações no setor imobiliário nas bolsas de Xangai e de Shenzehn.

No entanto, a autoridade do PBoC disse que o banco central não tem escolha a não ser continuar com a reforma na política de crédito, de modo "a melhor apoiar os ajustes estruturais da economia e melhor servir o desenvolvimento da economia real". Fonte: Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinabolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.