Auxílio de Abu Dhabi a Dubai é reduzido para US$5 bi

Os 10 bilhões de dólares de auxílio de Abu Dhabi a Dubai incluíam 5 bilhões de dólares já comprometidos por dois bancos controlados pelo emirado, sinalizando a abordagem cautelosa de Abu Dhabi para ajudar o vizinho endividado.

REUTERS

18 Janeiro 2010 | 11h12

Analistas disseram que as notícias de que Abu Dhabi emprestou menos que o estimado anteriormente também indica que o emirado quer mais provas da probidade fiscal de Dubai, após ajudá-lo a evitar a moratória de uma dívida ligada ao Estado.

Um porta-voz do governo de Dubai disse nesta segunda-feira que o auxílio de última hora de 14 de dezembro incluía os 5 bilhões de dólares tirados do Al Hilal Bank e do National Bank of Abu Dhabi, que tinham sido anunciados no dia 25 de dezembro.

Dubai afetou os mercados no mesmo dia que pediu o congelamento dos 26 bilhões de dólares de dívida ligada ao conglomerado Dubai World e às suas duas maiores incorporadoras, a Nakheel e a Limitless World.

"Obviamente, é muito menos dinheiro que nós esperávamos", disse Raj Madha, analista independente em Dubai.

"O interessante é o que ele diz sobre o comportamento de Abu Dhabi: se eles estão apenas se apressando com uma grande quantidade de dinheiro ou se eles estão fornecendo financiamento onde é necessário."

Os credit default swaps de cinco anos para Dubai eram cotados a 426 pontos básicos, acima dos 423 pontos básicos da sexta-feira.

(Reportagem de Amran Abocar)

Mais conteúdo sobre:
MACRODUBAIAUXILIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.