Auxílio-desemprego nos EUA sobe para maior nível desde 2005

Pedidos no país aumentaram em 34 mil na semana encerrada em 19 de julho, para 406 mil no total

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

24 de julho de 2008 | 13h41

Os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA aumentaram em 34 mil na semana encerrada em 19 de julho, após ajustes sazonais, para 406 mil, o maior nível desde setembro de 2005, informou o Departamento de Trabalho. Economistas esperavam aumento de 14 mil pedidos. Os pedidos na semana de 12 de julho foram revisados para 372 mil, de 366 mil. A média quadrissemanal de pedidos cresceu em 4.500 para 382 mil, maior nível em três semanas. Os benefícios recebidos há mais de uma semana caíram em 9 mil na semana de 12 de julho, para 3.107.000. A taxa de desemprego para os trabalhadores que recebem o benefício se manteve em 2,3%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.