Avaliação do Brasil no exterior é positiva, diz Mantega

Após manter durante uma semana na Europa contatos com autoridades, investidores e analistas do mercado para apresentar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que há uma avaliação positiva sobre a economia brasileira no exterior. "A impressão que eu tenho é que há uma confiança muito grande no Brasil", disse o ministro, ao fazer um balanço da viagem, que incluiu o Fórum Econômico Mundial em Davos, na semana passada, e uma série de encontros em Londres desde segunda-feira. "Todas as pessoas com que conversei reconhecem os avanços da economia brasileira, entre elas a forte redução de sua vulnerabilidade externa, o acúmulo de reservas em moeda estrangeira que já ultrapassa os US$ 90 bilhões, o controle inflacionário e a gestão da dívida pública." Segundo o ministro, a percepção dos estrangeiros "é que o Brasil tem ótimas condições para o crescimento e essa confiança deve aumentar o nível de investimento no país".Ele observou que foi questionado em várias ocasiões sobre o impacto do aumento dos investimentos previsto no PAC sobre as contas públicas. "Informei que esses aumentos dos investimentos não compromete a estabilidade fiscal", disse. "Há uma compatibilidade entre os maiores investimentos e a redução gradual da relação entre a dívida pública e o PIB."Mantega tem seu embarque para São Paulo previsto para esta noite, mas deve retornar à Europa na próxima semana para participar da reunião dos ministros das finanças do G-7, que ocorrerá nos dias 9 e 10 em Essen, na Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.