Avança cooperação energética entre Paraguai e Argentina

Paraguai eArgentina reafirmaram na quinta-feira sua intenção de ampliar acapacidade da hidrelétrica binacional de Yaciretá e deconstruir uma nova usina, chamada Corpus, no rio Paraná. O acordo foi selado durante encontro do presidenteparaguaio, Nicanor Duarte Frutos, com a presidente-eleita daArgentina, Cristina Kirchner. "Estamos trabalhando muito no governo para abordar o temade Corpus", disse Cristina na cerimônia de inauguração dasobras no lado paraguaio de Yaciretá. "Esta é uma decisão que vamos tratar com o governo doParaguai, porque estamos convencidos de que devemos aprofundaro fechamento da equação energética na América Latina e noMercosul", afirmou Cristina, que toma posse no dia 10,sucedendo a seu marido, Néstor Kirchner. A hidrelétrica de Corpus foi projetada há décadas, masnunca foi adiante devido à preocupação com o impacto ambientalna província argentina de Misiones. A localização da usinaacabou sendo alterada. Duarte Frutos disse que Corpus será "um grande desafio", eque o Paraguai continuará sendo "uma nação solidária com ademanda energética da irmã República Argentina, porque nenhumpaís pode estar bem se o seu vizinho vai mal". Cristina e Duarte inauguraram um canal que impedirá ainundação de milhares de hectares de terras produtivas quando arepresa de Yaciretá ampliar sua capacidade, no final de 2008. A cerimônia aconteceu em San Cosme y Damián, pequena cidadeparaguaia 350 quilômetros a sudeste de Assunção. Esse foi o segundo encontro de Cristina Kirchner com umgovernante de outro país do Mercosul. Na semana passada, elahavia discutido planos de cooperação energética com opresidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Por Mariel Cristaldo, com reportagem adicional de CésarIlliano em Buenos Aires)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.