finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Avestruz virou opção de investimento

Com a crescente busca do investidor brasileiro por alternativas produtivas e rentáveis, a criação de avestruzes despontou no mercado como mais uma opção de diversificação. Atualmente, o lucro é garantido com a venda de filhotes. Cada filhote de 3 meses de idade custa, em média, R$ 1.100,00 a R$ 1.500,00. Com dois anos e meio de idade, o avestruz tem o preço estimado entre R$ 5.000,00 e R$ 10.000,00. Além da comercialização de animais, os criadores estão ganhando dinheiro com a comercialização da carne, do couro e das plumas.Segundo o superintendente da Associação Brasileira de Criadores de Avestruz (Acabe) e diretor-técnico da associação de criadores Brasil Ostrich, Roberto Arana, a posição do Brasil no mercado mundial é a de formação de plantel para uma futura industria de abate. "Os fatores climáticos no Brasil têm ajudado no desenvolvimento desta nova cultura. A facilidade de manejo aliada ao pequeno espaço necessário para a criação também é um fator positivo", ressalta. Arana destaca que num espaço de 2 mil metros quadrados pode-se criar até 30 animais em idade adulta. O Avestruz vive, em média, 70 anos. Sua vida produtiva (reprodução), em geral, é de 40 anos. Sua alimentação é baseada em capim e ração. O preço dos avestruzes varia de acordo da faixa etária (veja o quadro abaixo). De acordo com o presidente da Aravestruz, empresa especializada na criação e no manejo da ave, Maurício Lupiccieri, o número de criadores de avestruzes no Brasil é de aproximadamente mil, considerando-se associações, cooperativas e investidores.O presidente da Aravestruz explica que sua empresa vende animais com 3 meses de idade ao preço de R$ 1,5 mil cada. "Quando completa um ano e meio de idade, o animal já está valendo cerca de R$ 4 mil. Aos dois anos e meio, o avestruz chega a ser vendido por até R$ 10 mil", alerta.AnimalValor (R$)Aves com 90 diasR$ 1.100,00 a R$ 1.500,00Aves com 12 mesesR$ 2.500,00 a R$ 3.000,00Aves com 18 mesesR$ 3.000,00 a R$ 4.000,00Aves com 24 mesesR$ 4.000,00 a R$ 5.500,00Adultos com 30 mesesR$ 6.000,00 a R$ 10.000,00Carne, couro e plumaO aproveitamento econômico dos animais abatidos é amplo, abarcando a carne, o couro e as plumas. Os produtos chegam a ser exportados para países da Europa e África. A fiscalização da exportação dos produtos é realizada pelo Ministério da Agricultura e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama).A carne do avestruz tem sabor semelhante à bovina, mas com índice de caloria, colesterol e gorduras inferiores aos da carne de frango e de boi. Porém, o preço assusta: o valor do quilo varia entre R$ 60,00 a R$ 87,00. Segundo o superintende da Associação Brasileira de Criadores de Avestruz, Roberto Arana, a carne é recomenda pelas sociedades Brasileira e Norte-Americana de Cardiologia, devido ao baixo nível de gordura.O couro é utilizado para a confecção de bolsas, cintos, sapatos, pastas, casacos e outros produtos de vestuário. "No mercado internacional, um par de botas de couro de avestruz custa cerca de US$ 900,00. Um par de sapatos feminino chega a valer US$ 2.000,00 e um casaco é vendido a US$ 2.500,00", afirma o presidente do Aravestruz. Os ovos são pintados e vendidos como peças de artesanato. O bico e as unhas podem ser utilizados para a fabricação de bijuterias. As plumas do avestruz são utilizadas para enfeitar roupas e alegorias, fantasias, carros e adereços das escolas de samba no carnaval. Pelo fato de não gerar eletricidade com o atrito, as plumas do animal também são utilizadas nas industrias eletrônica e automobilística na limpeza de transistores e polimento de automóveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.