Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Aviação doméstica cresce 11% no ano

O crescimento da economia fez o setor de aviação doméstica recuperar, até agosto, tudo o que perdeu em 2003, quando amargou diminuição de 6%. Segundo o Departamento de Aviação Civil (DAC), o movimento de passageiros aumentou 11,4% sobre os primeiros oito meses de 2003. Nas viagens internacionais, o movimento subiu 6,9% este ano na comparação com o mesmo período do ano passado.A TAM continuou líder na aviação doméstica, com 34,17% do mercado, contra 32,34% nos oito primeiros meses de 2003. O índice de ocupação foi de 63%. O Grupo Varig tem 30,55%, com ocupação de 65%. Mas a Varig perdeu mercado, já que de janeiro a agosto de 2003 tinha 34,52% de fatia. As duas companhias compartilham assentos nos aviões.A Gol fechou o período de janeiro a agosto com 21,77% de mercado e ocupação de 71% nos aviões. A Vasp tem 11,59% do mercado e ocupação de 58%.

Agencia Estado,

10 de setembro de 2004 | 17h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.