Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Aviação regional Trip anuncia incorporação da Total

A Trip Linhas Aéreas protocolou hoje um pedido na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para incorporar as operações regulares de passageiros da Total. Juntas as duas empresas aéreas atenderão 70 cidades a partir do próximo ano, ante as 60 atendidas atualmente. A previsão inicial é de que as duas marcas serão mantidas. O objetivo é de que juntas as empresas alcancem uma redução dos custos unitários de operação, resultando em uma empresa mais competitiva.Em nota, o presidente da Trip, José Mario Caprioli, explica que, se aprovada pela nova diretoria da Anac, a empresa terá como foco aumentar sua atuação em mercados de média e baixa densidade. "Queremos resgatar o verdadeiro conceito de aviação regional no País, ligando o maior número de cidades possível, conectando-as aos grandes centros", afirma.Segundo o executivo, a aviação regional responde por apenas 2% do mercado brasileiro, enquanto em países como EUA ou da Europa, este percentual chega a 20%. Caprioli lembra que no passado o Brasil já teve 350 municípios servidos por companhias aéreas, e hoje não passa de 150. "Tenho certeza de que com esta incorporação estaremos criando as condições adequadas para atender esse mercado", afirma. A empresa também tem planos de operar no Cone Sul.A Trip, que pertence aos grupos Águia Branca e Caprioli, possui hoje 10 aviões, voando para 34 destinos do Brasil, e tem a sua base central de operações e manutenção em Campinas, no interior de São Paulo. A maior concentração da malha está nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil.Em 2006, a empresa transportou 300 mil passageiros com uma ocupação média de 65% e projeta crescimento de 50% para este ano. Com a incorporação, este número deverá dobrar já no próximo ano.A unidade de passageiros da Total que será incorporada transporta hoje cerca de 40 mil passageiros por mês, operando com sete aviões em 28 cidades brasileiras, e tem sua base principal e sede em Belo Horizonte (MG), no aeroporto da Pampulha.Após a transferência das atividades de transporte regional de passageiros, a Total permanecerá utilizando quatro aeronaves B727-200 e ainda quatro ATR42-500, destinados exclusivamente ao transporte de carga e fretamentos de passageiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.