Awazu: Brasil está pronto para 'nova' economia global

O Brasil voltou a dizer, nesta sexta-feira, 21, que está preparado para a transição da economia global. Durante reunião preparatória do encontro do G-20, que acontece neste fim de semana na Austrália, o diretor de assuntos internacionais do Banco Central, Luiz Awazu Pereira, afirmou que a normalização das políticas é "bem-vinda". A informação foi dada ao Broadcast, serviço de informações da Agência Estado, por uma fonte que participou dos encontros mais cedo em um hotel no centro de Sydney.

FERNANDO NAKAGAWA, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

21 de fevereiro de 2014 | 11h33

Durante reunião realizada hoje, Awazu foi o convidado pelo anfitrião do G-20 em 2014, o secretário do Tesouro da Austrália, Joe Hockey, a abrir os trabalhos. Em seu discurso de avaliação da economia, Awazu analisou positivamente a perspectiva de que as políticas econômicas tendem a voltar a ter um comportamento mais tradicional. "Diante da recuperação da economia global, a normalização (das políticas monetárias) é algo bem-vindo", disse.

Em uma linha diferente das reclamações ouvidas nas últimas semanas de países emergentes, Awazu disse que o Brasil "está preparado" para a normalização. O discurso é o mesmo que tem sido feito pelo presidente do BC, Alexandre Tombini, e pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Entre os argumentos da equipe econômica estão as elevadas reservas internacionais, o baixo nível de endividamento e sistema financeiro saudável, entre outros itens.

Tudo o que sabemos sobre:
G-20BrasilAwazu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.