Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

coluna

Carolina Bartunek: ESG, o que eu tenho a ver com isso?

Azul anuncia compra de 75 aeronaves da Embraer

A ação da Embraer na Bolsa não foi influenciada pelo negócio com a Azul – encerrou o dia em queda de 1,75%, a R$ 19,65

Matheus Piovesana, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2020 | 19h16

O presidente da Azul, John Rodgerson, anunciou nesta quinta-feira, 16, que a companhia assinou contrato para a compra de 75 jatos da Embraer, durante encontro com o presidente Jair Bolsonaro, ontem, em Brasília. A informação mexeu com os papéis da companhia na Bolsa paulista. Depois de operarem no negativo na maior parte do dia, as ações preferências da Azul inverteram o sinal e fecharam ontem em alta de 0,24%, cotadas a R$ 59,44. 

Sabrina Cassiano, da Necton, disse que a compra da TwoFlex pela Azul, anunciada na terça-feira, também ajudou a sustentar as ações da Azul. “Foi uma compra barata, de menos de 1% do valor de mercado da Azul.” O papel da Embraer não foi influenciado pelo negócio com a Azul – encerrou o dia em queda de 1,75%, a R$ 19,65.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.