Azul e Avianca poderão ter até 21 novos voos diários em Congonhas

Anac distribuiu novos slots nos aeroportos, em uma tentativa de elevar a competição entre as aéreas no aeroporto

LUANA PAVANI, LUCIANA COLLET, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2014 | 02h05

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) anunciou ontem o resultado da distribuição de slots (horários de pousos e decolagens) para empresas com presença restrita no aeroporto de Congonhas. Azul e Avianca receberam 43 slots e poderão oferecer 21 novos voos diários a partir do aeroporto paulista.

A Azul e a Avianca eram as duas únicas companhias aéreas habilitadas para participar da distribuição. Elas receberam, respectivamente, 26 e 17 slots. A Anac explica que a Avianca poderá utilizar efetivamente 16 slots, pois cada voo precisa de dois slots, um para pouso e outro para decolagem.

As companhias aéreas consideradas entrantes são as que detinham participação menor que 12% nos voos de Congonhas. Após a distribuição dos novos slots, a participação de TAM e Gol em Congonhas cai de 48% e 47%, respectivamente, para 44% cada uma. A Avianca passa de 5% para 7% dos voos e Azul sobe de 0 para 5%.

O presidente da Azul, Antonoaldo Neves, disse ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, que a companhia quer transformar Congonhas em um aeroporto regional. "Queremos conectar Congonhas ao interior do Brasil", explicou. Além disso, ele prometeu mexer na concorrência no aeroporto, ofertando passagens com "preços competitivos".

A empresa poderá fazer 13 voos diários de Congonhas e pretende voar a partir de lá para Curitiba, Porto Alegre e Confins (MG). A estratégia da Azul é levar o passageiro de Congonhas aos seus principais hubs (centros de distribuição de voos) e, a partir desses aeroportos, conectar o passageiro a outras cidades.

As empresas terão de confirmar o uso dos slots e solicitar os voos à Anac. A previsão da Azul é iniciar a operação em 1.º de novembro. Procurada para comentar a distribuição de slots em Congonhas, a Avianca não retornou aos pedidos de entrevista. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
azulaviancacongonhas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.