Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Azul tem lucro de R$ 204 milhões no 3º tri, 20 vezes maior que em 2016

No terceiro trimestre do ano passado, a empresa aérea teve lucro líquido de R$ 9,4 milhões; no acumulado dos primeiros noves meses de 2017, a Azul somou lucro líquido de R$ 225,4 milhões

Letícia Fucuchima, Broadcast

09 de novembro de 2017 | 09h08

A Azul registrou lucro líquido de R$ 204 milhões no terceiro trimestre de 2017, cifra que corresponde a mais de 20 vezes o registrado no mesmo trimestre do ano passado (R$ 9,4 milhões). No acumulado dos primeiros nove meses deste ano, a Azul somou lucro líquido de R$ 225,4 milhões, ante R$ 177,6 milhões negativos em igual período de 2016.

De abril a junho de 2017, o Ebitdar (lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação, amortização e custos com leasing de aeronaves) somou R$ 634,0 milhões, um crescimento de 20,1% ante igual intervalo de 2016, com margem Ebitdar de 31,7%, 1,3 ponto porcentual maior na comparação anual. No total dos nove primeiros meses de 2017, o Ebitdar foi de R$ 1,672 bilhão, alta de 30,7% frente ao mesmo intervalo de 2016, com margem Ebitdar passando de 26,4% para 29,9%.

A receita líquida expandiu 15,0% no terceiro trimestre de 2017, para R$ 1,998 bilhão, devido principalmente ao aumento de 14,8% na receita de transporte de passageiros e ao crescimento de 16,7% em outras receitas. No acumulado deste ano, a alta da receita líquida foi de 15,4%, para R$ 5,595 bilhões.

O resultado financeiro da Azul ficou negativo em R$ 69,4 milhões de julho a setembro, 63% menor que o valor também negativo de R$ 188,9 milhões no terceiro trimestre de 2016.

Tudo o que sabemos sobre:
Azul Linhas Aéreas Brasileiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.